Translate

segunda-feira, 14 de abril de 2014

A Mãe de Deus


Imagem de Nossa Senhora de Guadalupe - Hidalgo                     México

Serão as aparições reais ou apenas ficções, produto da mente de devotos? Serão «meras» projecções holográficas transmitidas por esferas não convencionais, ou terrestres, nas ditas civilizações estelares que assim querem melhor comunicar com os povos na Terra ou - efectivamente - a presença de divindades que igualmente se nos apresentam em glória e, superioridade?

A Imagem da Mãe de Deus
Em Guadalupe (Hidalgo), próximo da cidade do México, teve lugar há 450 anos uma manifestação sobrenatural de considerável alcance: a Aparição de Guadalupe ficou registada numa fotografia!

Aparição de Maria no México
A 9 de Dezembro de 1531, um certo Juan Diego abalou a caminho de Tlatilolco para aí assistir a uma missa. Asteca de nascimento, tinha-se convertido ao Cristianismo havia 6 anos.
Próximo do pequeno monte Tepeyac começou - para grande espanto seu - a ouvir uma música celestial. «Quando aquele maravilhoso canto celestial de repente deixou de soar, ele ouviu o seu nome ser chamado: "Juanito! Juan Dieguito!" Chegado ao cimo do monte, viu aí uma senhora de aspecto belo e nobre. O seu manto reluzia como se fosse o Sol, como se reflectisse a luz deste.» - Eis aqui uma parte do comovente relato que a tradição nos legou.

O Milagre das Flores
A Aparição deu-se a conhecer como sendo a Virgem Maria e pediu que fosse construído um local de culto naquele mesmo sítio. Juan Diego dirigi-se ao bispo, Juan de Zumárraga, e deu-lhe a conhecer o piedoso desejo da Virgem Maria. O bispo, porém, não atribuiu qualquer importância ao pedido do índio, pelo que Juan Diego se dirigiu de novo ao monte. Maria prometeu enviar-lhe um sinal divino e, a meio de um Inverno rigoroso, fez com que crescessem flores naquela colina. A Virgem Maria colocou algumas dessas flores perfumadas na «tilma» (capa) de Juan Diego e disse-lhe: "Esta é a prova que apresentarás ao bispo."
Quando Juan Diego estendeu a sua tilma branca diante do bispo, de repente apareceu nela a imagem da Virgem Maria. Não tardou então que se mandasse erigir uma magnífica catedral em Guadalupe, à qual acorrem anualmente milhões de pessoas, de crentes em peregrinação, para aí venerarem a misteriosa imagem de Maria representada na simples capa de Juan Diego.

A Fotografia de Maria
Especialistas da firma Kodak chegaram à conclusão de que a imagem de Nossa Senhora de Guadalupe apresenta todas as características de uma fotografia. Não são detectáveis quaisquer vestígios de pinceladas na imagem e, na sequência de exames mais minuciosos, constatou-se que, nas pupilas da figura de Maria, está reflectido o rosto de um homem de barba.
Oftalmologistas consultados, detectaram uma distorção da imagem perfeitamente de acordo com a curvatura da córnea. Numa análise computadorizada foram - para além do homem da barba - ainda descobertas as imagens de outras pessoas reflectidas na pupila.
A imagem de Nossa Senhora de Guadalupe apresenta a favor da sua autenticidade certos factos que não podem ser ignorados:
 - A tilma (capa) de Juan Diego é composta por fibras de agave, que não deveriam ter durado muito mais do que 20 anos e que no entanto se mantêm intactas há 450 anos, não apresentando a capa quaisquer indícios de degradação.
 - Através da radiação libertada pela luz das velas, deveriam os pigmentos de cor ter sofrido um efeito de empalidecimento, o que não aconteceu.
 - As cores não são compostas por materiais de origem vegetal, animal ou sequer mineral. A única alternativa seriam cores sintéticas, algo que ainda não existia há 450 anos.

Como imagem revelada, Maria deverá ter sido de origem indiana - tendo em si prostrada um tom de pele escuro. Com flores e música festeja-se e venera-se a Nossa Senhora de Guadalupe actualmente. Para os crentes constitui um acontecimento memorável estar de pé e poder rezar diante de uma das estátuas que representam a Virgem Maria. Infelizmente já não é possível posar para fotografias diante da capa sagrada, pelo receio - fundamentado ou não - de tal poder vir a ser prejudicial, danificando esta. A célebre capa está assim guardada na basílica nova de Guadalupe, mas devido à grande quantidade de pessoas que a visitam, foi instalado um tapete rolante, em cima dos quais os crentes são transportados passando próximo da capa.
Todos os anos - na segunda semana de Dezembro - dezenas de milhares de fiéis de toda a América Latina dirigem-se para a cidade do México com vista a comemorar o dia da Aparição da Nossa Senhora de Guadalupe. Para sempre ficará então, em veneração, respeito e eterna divindade, toda uma consagrada visita em imagem apresentada e revelada ao mundo do que será Maria, Mãe eterna de Deus-Pai, Deus-Jesus ou Deus-Espírito Santo em corpo e Trindade presentes. É nisso que este povo acredita e possivelmente muitos de nós que, embora oscilando entre a divindade e a presença estelar, corroborarão de iguais teses da verdadeira e surpreendente mensagem que sempre Maria, Mãe de Deus e de todos nós, nos faz comungar e ser cúmplices em anunciação e, sublimação. Ainda que, haja muitas questões por responder e clarificar. A bem de toda uma verdade, do conhecimento e das puras almas que todos queremos resplandecer em nós e nos outros, assim seja! A bem da Humanidade!